Introdução

Imagens de satélite em alta definição (HD) permitem a visualização de índices vegetativos com resolução quase 10 vezes maior que imagens padrão com frequência de 2 dias dependendo de fatores climáticos.

Resolução

A resolução das imagens de alta definição (HD) é de 3 x 3 m por pixel (9 m2). A partir deles, é possível analisar lotes e parcelas com maior precisão e identificar variabilidade em situações ajustadas ao tipo de cultivo ou à escala de trabalho necessária no campo.

A imagem a seguir mostra a comparação entre a resolução “SD” de definição padrão (10 x 10m) à direita e a resolução “HD” de alta definição (3 x 3m) à esquerda.

Frequência de imagem

A frequência de exibição quase diária das imagens permite obter mais informações sobre as lavouras em momentos de grande importância ou períodos críticos, onde a captura e registro de informações se torna fundamental na geração de mapas de áreas produtivas, previsão de produtividade ou detecção de adversidades que possam estar afetando a cultura.

A imagem a seguir mostra a frequência das imagens SD, entre 4-10 dias entre uma imagem e outra. Todas as imagens SD estão sublinhadas em azul.

No caso do HD, na imagem a seguir pode-se ver como a disponibilidade das imagens HD é maior do que no caso do SD. Todos estão sublinhados em vermelho.

Se você deseja filtrar exclusivamente a exibição de imagens HD, clique no ícone: HD.

Formulários

Quanto à prática, imagens de alta definição permitem detectar e visualizar focos de plantas daninhas em pousio, delimitar com precisão áreas alagadas por algum evento climático, analisar testes de adubação ou culturas de diferentes variedades, entre outros.

Características

Por definição, os recursos do Auravant geram valor nas imagens disponíveis. Portanto, as imagens de alta resolução aprimoram as ferramentas da plataforma web e do aplicativo móvel. Alguns exemplos são a definição e precisão na definição de ambientes e prescrições, bem como a quantidade de imagens disponíveis que podem ser incluídas nos relatórios.

Bandas espectrais

As imagens possuem as bandas espectrais vermelho, verde, azul, infravermelho e visível. Por esta razão, é possível visualizar os índices vegetativos que são obtidos a partir de equações que envolvem bandas como NDVI, GNDVI e MSAVI2.